O objetivo é o conforto na sua dimensão maior!

Concreto

ambiente-concreto-usinado

Engenharia do Concreto:

O concreto é definido como sendo a mistura de um aglomerante (cimento), agregados (areias e britas), água e aditivos, com a finalidade de construção de peças para obras civis.

No entanto situações especiais poderão existir, levando-se em conta as particularidades das peças as quais serão concretadas. Sendo assim, outros agregados poderão ser utilizados, como: isopor, argila expandida, vermiculita, hematita, barita, etc. Ainda, adições aglomerantes como: sílica ativa, metacaulim, pozolanas, etc.

Aditivos especiais: retardadores, aceleradores isentos de cloretos, super-pastificantes, hiper-pastificantes, incorporadores de ar, impermeabilizantes, hidrofugantes, pigmentos, etc.
Outras adições: fibras de aço, nylon, polipropileno, de vidro, etc.

A princípio o concreto em estado fresco permite ser moldado nas mais diversas formas, texturas e finalidades. Porém, um concreto com qualidade necessita de vários cuidados. Vai desde a escolha de seus materiais, a determinação de um traço que garanta a resistência e a durabilidade desejada, a homogeneização da mistura, sua correta aplicação e adensamento até a cura adequada, que garante a perfeita hidratação do cimento.

Concreto Convencional:

É utilizado em obras corriqueiras de aplicação normal, ou seja, não requer qualquer tipo de equipamento (bomba) para disposição final. Normalmente este concreto é de pouca trabalhabilidade, sendo necessário a utilização de equipamentos de vibração para sua aplicação e para que atenda as exigências de resistência, coesão e durabilidade do concreto. Poderá também ter uma melhor trabalhabilidade com descarga manual, porém deverá ser solicitado como tipo bombeável com descarga convencional.

O concreto convencional, por ter uma difícil trabalhabilidade, requer a utilização de vibrador de imersão para que se atenda as exigências e qualidade do concreto aplicado. Convém alertar caso não se utilize o vibrador para sua disposição final, o concreto ficará comprometido.

O concreto tipo bombeável, com aplicação manual é mais fluído, portanto sua aplicação é mais fácil.

Concreto Bombeável:

Pode-se definir concreto bombeável como o concreto transportado por pressão através de tubos rígidos ou mangueiras flexíveis e descarregado diretamente ou próximos dos pontos onde deve ser aplicado. A pressão pode ser aplicada por meio de pistões, por meio de ar comprimido ou pela deformação de tubos flexíveis.

O concreto é considerado bombeável quando os seus componentes não se separam por segregação e quando a resistência ao deslocamento pelo interior da tubulação não atinja valores incompatíveis com a capacidade do equipamento.

Como essas propriedades são influenciadas pela composição da mistura, a dosagem do concreto para bombeamento exige alguns cuidados especiais:

  • Os concretos para bombeamento devem ter boa trabalhabilidade, isto é, o Slump ou Abatimento deve ser maior que 70 mm, sendo o mais recomendável, valores entre 80 e 100 mm ( Slump = 90 +/- 10 mm ).


A Cortesia Concreto adota o Slump = 90 +/- 10 mm. Qualquer concreto diferente desta condição consideraremos do tipo especial.

  • Ter argamassa suficiente e consumo mínimo de cimento de 270 kg/m3, para lubrificar os tubos internamente e facilitar o deslocamento do concreto dentro do tubo.
  • Recomenda-se a utilização de britas com diâmetro máximo até 25 mm (brita 2), mesmo assim até 25%, devendo o restante ter diâmetro máximo de 19 mm (brita 1). Para prédios, dependendo da altura ou mesmo da distância de tubulação serão previstos agregados menores (britas) e/ou Slumps maiores.

concreto-estampado

pisos-industriais

estaca-helice

Ferragens Armada

locacao-guindaste

locacao-bomba-concreto

Soul Mix

Fones: (11) 2585-1355 / 7729-4599

E-mail: vendas@soulmix.com.br

 

Trabalhamos sábados, domingos e feriados, dentro e fora do horário comercial.

desenvolvido por Timelink